#Resenha: Los Amantes Pasajeros (Os Amantes Passageiros) – 2013

Olá, olá, galera!
Hoje minha resenha é sobre o mais novo filme de Pedro Almodóvar, o mesmo diretor de Fale Com Ela e Mulheres à Beira de Um Ataque de Nervos.

Depois da última obra-prima de Almodóvar, A Pele que Habito, todos os fãs do diretor estavam com grandes expectativas em relação ao seu  próximo filme, Os Amantes Passageiros e, acredito eu, que uma boa parte deles possa ter se decepcionado um pouco.

O filme conta a história de um grupo de passageiros acomodados na classe executiva de um voo cujo destino é o México. Tudo corre tranquilamente até que é descoberta uma falha nos trens de pouso do avião, que obrigará o comandante a fazer um pouso de emergência, porém, não há nenhuma pista por perto e, enquanto o avião dá voltas em busca de um local para pousar, vamos descobrindo as histórias e personalidades dos passageiros e do trio de comissários gays.

Almodóvar tentou voltar a fazer sua boa e velha comédia, e eu digo que “tentou” porque ela dá as caras até a primeira parte do filme, mas desanda completamente logo depois.
O trio de comissários gays é o ponto alto da obra , seus diálogos, quase sempre relacionados a sexo, seu número musical aleatório e suas expressões divertem o espectador e garantem a diversão no começo do filme, que chega a lembrar o clássico Apertem os Cintos, O Piloto Sumiu!

Porém, Os Amantes Passageiros começa a perder o fio da meada quando um dos tais passageiros decide ligar para uma antiga namorada. Essa parte do filme é completamente dispensável para o enredo e parece funcionar como um tapa-buraco no filme, que,  partir daí, segue bem diferente.
Diversas situações exageradas acontecem e o humor deixa de ser crítico e inteligente para se transformar no humor clichê. Dentre tais situações, podemos citar a orgia que se instala no avião horas antes dele pousar.

Apesar dessa transformação brusca, Almodóvar conseguiu fazer uma boa crítica em seu filme.
Seja nos jornais dos passageiros ou no trajeto tortuoso do avião, mostrado no painel da cabine, a analogia à péssima situação econômica que a Espanha se encontra é clara.
E esta chega a ficar cômica quando os próprios pilotos dizem que a classe econômica (representando a classe trabalhadora da Espanha) foi dopada para evitar quaisquer desconfortos durante o voo.

Atenção para a pequena participação especial do velho conhecido Antonio Banderas e da queridinha do diretor, Penélope Cruz.

Sim, Almodóvar continua sendo Almodóvar, mas esse filme não foi, nem de longe, um dos seus melhores trabalhos.

Los Amantes Pasajeros

Dirigido por: Pedro Almodóvar
Gênero: Comédia
Nacionalidade: Espanha
Nota: 7

É isso por hoje, galera!
Até mais!

Anúncios

Um comentário sobre “#Resenha: Los Amantes Pasajeros (Os Amantes Passageiros) – 2013

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s