#Resenha: A Sangue Frio

Oi gente, tudo bom? Tivemos uma leitura obrigatória para a faculdade e incrivelmente eu AMEI essa. Ao contrário de algumas Cobras Criadas e Chatô, essa conseguiu me entreter do início ao fim, eu terminei, amei, e pretendo ler mais livros do autor! Acompanhem a resenha que eu fiz para Jô Básico:

a-sangue-frio

Seis anos de pesquisa podem render em muita coisa. O que era uma reportagem virou um livro. E assim, Truman Capote iniciou o que todos conhecem hoje como jornalismo literário. E sua obra de estréia, foi nada menos do que “A Sangue Frio”, o relato do assassinato de uma tranqüila família norte-americana, habitantes da pacata cidade de Holcomb.

Os quatro membros da família Clutter, pais e os dois filhos mais novos dormiam tranquilamente em seus quartos em uma noite de sábado, em novembro de 1959. O domingo amanheceu sangrento,  e o mistério surgiu: quem havia matado e por que?

O livro de Capote foi lançado em 1965, seis anos depois do múltiplo assassinato. Ao longo desses anos, Truman conviveu com os assassinos, e absorveu deles cada detalhe da história, construindo assim, um relato quase que 100% verídico do acontecimento. Antes do enforcamento de Perry Smith e Dick Hickock, os criminosos, Capote revirou a cidade e a mente dos culpados atrás de informações (há algumas especulações de que Truman se envolveu com Perry).

O jornalista conta em detalhes a história, desde conversas e cartas trocadas entre as personagens, e depoimentos dados pelos moradores da cidade e outros envolvidos na história. A profundidade com que Capote escreve a história faz com que você se sinta parte dela, prestes a descobrir quem fez, porque e como. E quando isso acontece, será difícil deixar o livro de lado.

A linguagem usada no livro é sem enrolações, relativamente seca e bem direta. O escritor usa muitas vezes outras histórias – como a do prisioneiro Andrews – para fundamentar a história principal. Porém, a proximidade de Capote com os prisioneiros leva para a história uma certa imparcialidade. Ao contrário de muitos que condenaram os assassinos sem questionamento, a escrita de Truman nos aproxima de todos os personagens, fazendo assim com que sintamos algum tipo de compaixão com ele, amenizando os sentimentos ruins que temos ao pensar em um crime tão horrendo quanto o cometido por eles.

O crime chocou tanto por o país vivia a febre do american way of life,, no pós Segunda Guerra. Muita prosperidade para muita gente, mas ao mesmo tempo, muita gente na miséria. A família Clutter vivia muito bem essa época, porém Perry, Dick e suas famílias não tiveram a mesma sorte. Como uma sociedade tão perfeita, rica e bem sucedida poderia encarar um crime horrendo como esse? A segurança e perfeição foi questionada na época, e é até hoje.

A Sangue Frio tem uma linguagem mais seca e tneta suavizar ao máximo – se bem que fica difícil em um caso desses. Apesar de contar os detalhes do assassinato, Capote tenta não parecer um maluco sanguinário, deixando parecer algo mais sutil do que realmente foi. E ver tudo pelo lado dos criminosos, deixa a situação menos pesada. Um ótimo livro, uma história horrível mas muito bem contada, e um autor que não deixa a desejar (se bem que poderia intercalar menos fatos e histórias paralelas, que desviam a atenção da trama principal), é com certeza um livro que eu recomendo… e muito!

Para quem quiser mais o livro tem algumas adaptações cinematográficas: A Sangue Frio (1967) e Capote (2005), que ganhou Oscar de melhor ator.

 

Truman Capote e essa cara de "que que eu to fazendo com minha vida? Por que eud ecidi ser jornalista?"

Truman Capote e essa cara de “que que eu to fazendo com minha vida? Por que eu decidi ser jornalista?”

Nota: 8,75 / 10

Alguém já leu esse livro? O que acharam?

Espero que tenham gostado, beijos, Cami.

Ps: Aqui tem uma pista para o presente de aniversário da Rê. Boa sorte! hahaha

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s