7 filmes, pipoca, guaraná e jujubas

A #SemanaDaCriança chegou e posso dizer que um dos meus programas favoritos de fim de tarde era, com certeza, me esparramar no meu sofá marrom e sujar ele todo com a manteiga e o sal da pipoca, e com o açúcar das jujubas de morango, enquanto assistia filmes divertidíssimos.

É de cortar o coração, mas manterei desenhos animados fora dessa lista porque já fiz uma lista parecida aqui  -> https://setimavenida.wordpress.com/2013/08/15/luz-camera-animacao/
Mas, não tem jeito, a grande maioria dos filmes da lista são dos Estúdios Disney…
Como não amá-los, né?

Jumanji (1995) – Do diretor Joe Johnston

Jumanji (1995) Poster

Não ouse falar sobre o filme Zathura enquanto estiver lendo essa resenha! Jumanji foi pioneiro ao mostrar um jogo extremamente perigoso que alterava a realidade de um jeito absurdo, e isso inclui: macacos ladrões, um leão no quarto de tias alheias e um caçador X que quer te matar por um motivo igualmente X.
A história gira em torno de duas duplas de crianças americanas, a primeira, em 1969, encontra Jumanji e começa a jogá-lo, porém, uma combinação de números dos dados faz com que uma delas, o menino Alan, seja sugado para dentro do jogo, enquanto Sarah sua amiga, foge apavorada.
Vinte e seis anos se passam e o jogo é encontrado por outra dupla de crianças, Peter e Judy (uma Kirsten Dunst fofíssima), que acabam libertando Alan e procurando Sarah para que o jogo possa ser terminado e seus estragos consertados.
Com Robin Williams no elenco, o filme é comédia-aventura, mas com momentos tensos para uma Isabella de 5 aninhos!

Toothless (Fada por acaso – 1997) – Da diretora  Melanie Mayron

Toothless (1997) Poster
Um TV-Movie pelo qual até minha mãe se encantou, sim, crianças, o Disney Channel já foi a coisa mais legal do mundo.
Imagine uma dentista carrancuda, que não suporta crianças,, que, após sofrer um acidente e , supostamente morrer, é transportada até o limbo e, para conseguir salvação, precisa realizar uma tarefa: ser a fada do dente de “milhares de criancinhas”
Ela aprende a voar, transformar dentes em dinheiro e lhe é imposta apenas a regra de nunca falar com os humanos, claro que ela quebra essa regra e as confusões começam.
Eu posso garantir que dei boas risadas com esse filme ao lado da minha mãe, que também é dentista.

Life-Size (A Boneca que Virou Gente – 2000) – Do diretor  Mark Rosman

Life-Size (2000) Poster

Lindsay Lohan e Tyra Banks em um mesmo filme? Exatamente! Tive a oportunidade de ver essa dupla totalmente impossível de ser formada nos dias de hoje.
Lindsay interpreta Casey, uma menina que perdeu a mãe e quer trazê-la de volta com a ajuda de um livro sobre mágico, porém, as coisas dão errado e Casey acaba dando vida a um tipo de “Barbie”: a boneca “Eve” (Tyra Banks)
Nesse filme, podemos ver a top model dançando, cantando, e usando roupas bregas do começo dos anos 2000.
“Eu também vou brilhar e ninguém vai negar, que eu vou chegar lá, vamos lá, vem brilhar”


The Parent Trap (Operação Cupido – 1998) – 
Da diretora Nancy Meyers

The Parent Trap (1998) Poster

Que tal mais um pouco de Lindsay? Tenho certeza que você também já suspirou com Operação Cupido.
Duas gêmeas idênticas são separadas após o divórcio de seus pais, uma vai parar em uma vinícola em Los Angeles e a outra na cinzenta Londres, porém, durante um acampamento de verão, elas se reencontram e trocam de lugar com o objetivo de juntar seus pais novamente.
Agora que cresci e presto atenção em outros aspectos do filme, digo que a trilha sonora de Operação Cupido é muito boa! Bob Khaleel, The Lovin’ Spoonful e Nat King Cole são alguns nomes que contribuem para o filme ficar ainda mais meigo.
A atuação da pequena Lindsay está muito boa, assim como a de Dennis Quaid, que está na lista dos coroas bonitos de Hollywood.


The Lizzie McGuire Movie (Lizzie McGuire: Um sonho Popstar – 2003) –
Do diretor Jim Fall

The Lizzie McGuire Movie (2003) Poster

“HEY NOW, HEY NOOOOW, THIS IS WHAT DREAMS ARE MADE OF”
O filme de uma das minhas séries favoritas marcou a minha infância, com toda a certeza.
Lizzie se formou na “escola secundária” e, como viagem de formatura, segue rumo à Roma,enquanto nós ficamos com Porto Seguro e afins, lá ela descobre que se parece muito com a cantora Isabella e, com a ajuda do cantor Paulo, amigo de Isabella, Lizzie se passará pela cantora em um grande show.
Uma das partes mais engraçadas do filme é quando Lizzie prova diversos modelitos absurdos pro show e, bom, por se passar em Roma, o filme já tem uma fotografia fantástica e até um draminha adolescente.
Mas quem sentiu falta da Miranda levanta a mão o/

Who Framed Roger Rabbit (Uma cilada para Roger Rabbit – 1988) – Do diretor  Robert Zemeckis

Who Framed Roger Rabbit (1988) Poster
Sim, eu disse “sem animações” na minha lista, mas esse filme é praticamente uma relíquia. Em que outra oportunidade poderemos ver o Pato Donald Discutindo com o Patolino, o Mickey conversando com o Pernalonga e a interação de diversos personagens da Disney com os da Warner?
Acho que nunca.
E, além disso, o roteiro e a atuação dos humanos do filme, não deixa nem um pouquinho a desejar.
O filme conta a história de um ataque de ciúme do personagem Roger Rabbit em relação a sua mulher Jéssica Rabbit. Logo após seu piti, ocorre o assassinato de um dos mais importantes empresários da época, o senhor Acme que, supostamente estaria se encontrando com Jéssica. Cabe ao detetive Eddie Valiant salvar o coelho de um juíz odioso e salvar o mundo dos desenhos.
Com Christopher Lloyd no elenco e algumas tiradas sarcásticas, o filme encanta crianças e adultos.
Talvez até mais os adultos.

Space Jam (1996) – Do diretor Joe Pytka

Space Jam (1996) Poster

Desculpem, habitantes, mas é impossível não citar esse filme!
Quer filme mais no sense? Michael Jordan, Pernalonga, Bill Murray, Larry Bird, Taz, Wayne Knight, Frajola, entre outros, tentando derrotar alienígenas, que roubaram as habilidades de diversos atletas da NBA ,em um jogo de basquete.
Mas acredite, essa verdadeira geleia funciona, e diverte muito.
Um filme com ótimas paródias e diálogos verdadeiramente geniais.
O sucesso foi tanto que foi lançada uma continuação, estrelando Brendan Fraser e Steve Martin, igualmente engraçada.

É isso, galera.
Confesso que me deu vontade de rever todos esses filmes agora que completei 18 aninhos…
Saudades, infância!

Até mais :3

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s