#PitacosMusicais: Resenha de “…Like Clockwork”, do Queens Of The Stone Age

Como prometido semana passada, hoje o Pitacos volta à sua normalidade com a primeira resenha do ano (deixei sol, piscina e namorada de lado para escrever este texto. Apreciem!). Senhoras e senhores, este é …Like Clockwork, do Queens Of The Stone Age!

Imagem

Capa de “…Like Clockwork”

Recheado de participações especiais e de qualidade unica, o disco abre com “Keep Your Eyes Peeled”, uma belíssima combinação entre a viajante voz de Josh Homme e a trilha de suspense provocada pelos instrumentos genialmente colocados. Apesar de se arrastar um pouco, a música é muito bonita e inicia o disco com grande qualidade.

Mas o suspense não é em vão. Quando começa “I Sat By The Ocean”, você começa a entender porque sir Elton John afirmou que este era o “melhor disco de rock dos ultimos tempos”. Equilibrada entre o peso melancólico da voz de Homme, os animados riffs da guitarra e a rápida batida, a segunda faixa é um grande momento para os apaixonados por música, apesar de ela encerrar de um segundo para o outro.

“The Vampire of Time and Memory” é a canção mais linda do disco, apesar de seu peso, mais uma vez garantido na voz no piano de Homme, trazer um sentimento nostálgico para os ouvintes desavisados. O solo de guitarra surge como uma chuva no verão, recuperando o fôlego da música (estou de férias, acostumem-se com as metáforas da estação!).

Damos agora as boas-vindas a Dave Grohl (o baterista das três primeiras e da sexta faixas foi Joey Castillo, ex-QOTSA), que já havia gravado Songs For The Deaf com Homme e sua trupe. Grohl inaugura sua nova participação com “If I Had a Tail”, um gigantesco riff que poderia ser facilmente parte de uma trilha sonora de filme de terror, mais uma vez justificando a capa do disco. Quem também dá as caras (ou as cordas vocais) aqui é Alex Turner, vocalista do Artic Monkeys.

A indicada para o Grammy de melhor canção de rock de 2013 (cerimônia no domingo passado), “My God Is The Sun”, não deixa espaço para dúvidas sobre a sua indicação. Agitada, melódica, muito bem composta e com Homme cantando como nunca, ela é claramente uma das melhores faixas do disco e da história do Queens Of The Stone Age.

Imagem

A “pequena” banda que gravou “…Like Clockwork” no palco do Grammy: Queens Of The Stone Age, Trent Reznor (à esquerda, no piano) e Dave Grohl (ao centro, na bateria)

Enquanto Dave Grohl toma uma água, Homme continua sua enxurrada de convidados especiais com Trent Reznor, vocalista do Nine Inch Nails, para “Kalopsia”, que alterna momentos de grande calmaria de piano com refrões de guitarras arranhando e bateria explodindo. Bonita, porém chata, “Kalopsia” não é a mais memorável das canções.

“Fairweather Friends” chama a atenção por dois motivos. Primeiro, é um verdadeiro e agitado hard rock digno do Queens…; segundo, a linha de piano e o vocal de apoio são de sir  Elton John, que se mostra o grande arroz de festa de 2013 (vide Save Rock And Roll, do Fall Out Boy). Mais uma vez, a presença do amigo da família real britânica se mostra decisiva na minha escolha de melhor canção do disco!

Frenética e estimulante, “Smooth Sailing” é uma música em que as guitarras mandam no jogo, ditando o ritmo e a ferocidade de versos e refrões. Já “I Appear Missing” dá início ao fim do disco com 6 minutos de uma estranha ternura que nos leva até a faixa título.

“…Like Clockwork” encerra o disco da mesma maneira que este começou, com a maravilha melódica que é a combinação da voz de Homme com a incrível capacidade musical de seus companheiros. De novo, o piano, apesar de mais baixo, rouba a cena. E, realmente, a canção acaba sendo um resumo do disco: bem feito, lindo, alternando entre melancolia e agitação e digno de todas as boas críticas que tem recebido.

Valeu, gente! Beijão e até mais!

Artista: Queens Of The Stone Age

Disco: …Like Clockwork

Melhor música: “Fairweather Friends”

Nota:  9,0/10,0

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s