#QuarteirãoDosQuadrinhos: Era uma casa nada engraçada

Uma cidade pequena. Uma mãe atriz. Um pai obcecado por decoração. Três crianças com espantosos dons artísticos. Uma casa funerária. Agora, junto tudo e adicione uma pitada de tragédia e um pouquinho de tretas familiares: está pronta Fun home, de Alison Bechdel.

Alison: “Apesar do poder tirânico que meu pai exercia, era claro para mim que ele era uma bichona”
pai: “O que você fez com a sua presilha?”

A HQ é uma pequena e dolorida autobiografia em azul, preto e branco. Com delicadeza e profundidade, a autora narra episódios obscuros de sua infância e juventude, vividos em um lugar peculiar: a casa funerária da família Bechdel – aliás, o título é uma brincadeira com o termo “funerary home”, que significa “casa funerária”, em inglês.

O explosivo pai de Alison, Bruce Bechdel, é o personagem central da obra. Antes de morrer de forma misteriosa, ele ronda os quadrinhos, dando amostras de frieza, infelicidade, pedantismo e, principalmente, de sua homossexualidade enrustida. A relação de Alison e Bruce não poderia ser mais contraditória: ela, lésbica, detesta “coisas de mulherzinha” e só quer poder se vestir como o pai; ele, também homossexual, quase explode quando não consegue convencer a filha a usar vestidos, presilhas e cabelo comprido. Já que o pai era, além de agente funerário, professor de inglês, cada lembrança de Alison é mesclada com histórias famosas da literatura, como “O Grande Gatsby”, o que deixa a graphic novel um pouco mais leve.

Com toques sensatos de humor no meio da tragédia, Fun home rendeu a Alison um dos maiores prêmios do mundo dos quadrinhos, o Eisner, em 2007. Não é à toa que seus leitores pediram mais – e conseguiram: Alison lançou, algum tempo depois, Você é minha mãe?, dando continuidade à sua autobiografia, mas desta vez com foco na mãe. A narrativa, forte, sincera e até meio seca, foge do padrão lírico de outros grandes nomes dos quadrinhos, como Craig Thompson (Retalhos). Um prato cheio para quem acha que é o único com uma infância perturbada.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s