#MetrôdaModa: Coco Chanel

Oi gente, tudo bom? Estamos na semana da mulher, e em mais uma semana temática aqui na Avenida. No meio do Carnaval, venho hoje falar da mulher que mudou a minha relação com a moda: Coco Chanel.

Coco


Talvez seja, no mínimo, clichê eu falar de Chanel. Mas a ideia dessa semana é falar de grandes mulheres na sessão de cada um. Pensei em modelos, novas estilistas, Vivienne Westwood, mas no fim não consegui fugir da tradicional Chanel.

Gabrielle Bonheur Chanel nasceu em Saumur, na França. Sua mãe morreu precocemente, o que levou ela e suas irmãs a estudarem em um colégio interno, enquanto seus irmãos foram trabalhar. Aos vinte anos, cansada da vida do internato, ela e sua prima fogem do colégio, e Chanel vai trabalhar como costureira em uma loja de enxovais.

Coco_Chanel_1

Ainda jovem começa a sonhar com o music hall, e seu apelido Coco surge enquanto trabalhava em um cabaré e ela cantava “Who has seen Coco?” – mas ela preferia dizer que ela um apelido de infância. Ela tentou trabalhar como dançarina e atriz, mas sua silhueta e estatura não ajudavam na hora de conseguir um papel relevante. Mas atrai um socialite, criador de cavalos, Etienne Balsan, porém o relacionamento dura pouco tempo.

Já em Paris, Coco conhece Arthur Chapel, um milionário inglês e o grande amor de sua vida. Com a ajuda dele, Chanel abriu sua primeira loja de chapéus. A loja se torna um sucesso, e Coco começa a freqüentar o lado sofisticado da cidade luz. Mas nem tudo terminaria bem, por meses depois Capel morre em um acidente de carro.

Um tempo depois, Chanel abre a primeira casa de costura, onde vendia chapéus, roupas esportivas para a praia e para montar a cavalo. E foi com esse ar de pioneirismo que inventou as primeiras calças femininas (um momento para aplaudir essa mulher). Também desenvolvou perfumes e os tailleurs, que foram os primeiros propriamente voltados para o mundo feminino, e são referência até hoje.

chanel

Quando entrou em um relacionamento com o príncipe russo Dmitri Pavlovich, come’;cou a desenhar roupas com bordados russos e outros detalhes. Nessa época, conheceu Picasso, Visconti e Greta Garbo. Os ternos de Chanel se tornaram vestimenta obrigatória para toda mulher que prezasse pela elegância (como Jackie Kennedy, mulher do ex-presidente americano John Kennedy, que apenas aparecia de tailleurs da Chanel). Na área de perfumes, o grande sucesso veio com o tradicional Chanel nº5 – que foi a quinta fragrância apresentada, e a primeira a agradar a criadora.

Durante a Segunda Guerra, a casa foi fechada, enquanto um romance com um oficial alemão aconteceu. Porém, esse affair foi prejudicial, por franceses deixaram de freqüentar a Maison Chanel por esse motivo. Para manter a casa aberta começou a comercializar as roupas para os Estados Unidos e foi morar na Suiça.

Chanel fez roupas para serem usadas sem espartilhos. Além dos tailleurs e calças, também foram importantes o vestido chemisier, e as peças que levavam tecido jérsei. Fez também cardigãs, twinsets, suéteres masculinos usados com saias e vestidos, calças boca de sino, camisas simples, blazers, boinas, e a paleta de cores era preferencialmente cinza ou azul marinho (mas criou a voga do bege). E ainda popularizou o pretinho básico.

calca_chanel

Faleceu em 1971 no Hotel Ritz em Paris, e durante seu funeral centenas de pessoas levaram suas roupas em sinal de homenagem. Ainda foram encontrados em sua casa desenhos da próxima coleção. Sua vida foi retratada no filme Coco Antes de Chanel, onde é interpretada por Audrey Tautou. Hoje em dia a casa é comandada por Karl Lagerfeld.

Tá, e por que Chanel é tão importante? Foi pioneira em peças de roupas femininas, como o terninho e a calça, além de deixar o espartilho de lado. E para mim, foi a primeira estilista que me interessei, lá nos meus 10 anos de idade, e que me fez perceber que a moda não é só glamour. Pode ser clichê, mas pra mim, e para a história da moda mundial, ela é extremamente importante.

Espero que tenham gostado! E aí, qual a estilista preferida de vocês?

Beijos, Cami

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s