#QuarteirãoDosQuadrinhos: No mundo da Lua

Ela odeia acordar cedo, é emotiva pra caramba e tem como atividade preferida a comilança. Quem diria que Usagi Tsukino se tornaria uma das heroínas mais consagradas e fortes das HQs japonesas? Estamos falando de Sailor Moon, a série shoujo mais famosa de todos os tempos (e um dos animes mais “infância” que você pode lembrar).

Todas as Sailor Guardians em uma imagem! O mais legal do mangá é que o leitor vai descobrindo as heroínas pouco a pouco, junto com elas mesmas.

Todas as Sailor Guardians em uma imagem! O mais legal do mangá é que o leitor vai descobrindo as heroínas pouco a pouco, junto com elas mesmas.

Bom, tudo começa quando Usagi (que no desenho se chama Serena) ajuda uma gata mágica, a Luna, e acaba ganhando poderes e se tornando (e aqui eu faço uma tradução livre) a justiceira com roupa de marinheiro, Sailor Moon! Sua missão é encontrar suas aliadas, as guardiãs dos outros planetas, e proteger a princesa da Lua e o poderoso “Legendary Silver Cristal” contra os inimigos do reino. Tudo isso enquanto tenta descobrir quem é o misterioso (e incrivelmente charmoso) Tuxedo Mask.

O mangá, de Naoko Takeuchi, tem 12 volumes, cada um mais lindo que o outro. É sério: cada quadrinho é uma obra de arte, cheia de sombras, planos de fundo detalhados e cabelos ao vento (muuuitos cabelos ao vento).  O que talvez canse o leitor é o fato de a autora caprichar nas melosidades entre os casais e, às vezes, forçar a barra na delicadeza das Sailor Guardians. Porém, as meninas vão se tornando mais fortes à medida em que a história se desenrola, e o leitor é convidado a se desenvolver com elas. Usagi, por exemplo, passa de adolescente mimada e chorona a líder forte e disposta a se sacrificar pelo seu grupo.

Sailor Moon é uma história totalmente maniqueísta e lotada de magias e estereótipos? É. É melosa e cheia de “momentos-suspiro”? É. Mas é tão viciante! O anime não chega nem aos pés da complexidade do mangá, que tem flashbacks, vidas passadas, muitas emoções, flashfowards, inúmeras personagens e mundos inteiros  em um só volume. Tudo isso sem contar que Usagi e suas amigas são heroínas mulheres em uma área que, na época (1991 – 1997), era majoritariamente dominada por protagonistas homens (com exceção da Sakura).

A HQ ainda não tem versão em português (vai ser lançada logo!), mas é fácil de encontrar online em inglês. Se você prefere ver o anime, também há vários canais no Youtube que disponibilizaram quase todas as temporadas. Além disso, Sailor Moon já virou um musical, uma série live-action e, depois de 20 anos, vai ganhar um novo anime!

Fortes emoções, surpresas e e uma arte impecável marcam Sailor Moon. Você não pode deixar de ler esta clássico dos mangás!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s