#PitacosMusicais: Resenha de “Cantigas de Roda”, do Raimundos

Eu sei, eu sei! Não postei semana passada! Me desculpem! Mas devido a alguns assuntos pessoais, ocorreu um leve atraso no post de hoje!

Se “Puteiro em João Pessoa” e “Mulher de fases” não te traz um sentimento de nostalgia, feche este post. Depois de gigantescos 12 anos, os criadores do punk-baião voltam às lojas com um disco patrocinado pelos fãs. Senhoras e senhores, este é Cantigas de Roda, do Raimundos!

12 anos separam "Cantigas de Roda" de seu predecessor

12 anos separam “Cantigas de Roda” de seu predecessor

Para quem não está familiarizado com o trabalho do Raimundos, a receita de suas músicas é simples: muito, mas MUITO punk rock, uma pitada de música nordestina, recheada de irreverência e acidez adolescente, quase dignas de Mamonas Assassinas!

O disco já explode logo de cara com “Cachorrinha”, uma das músicas mais fortes que a banda já fez. E também uma das mais ofensivas! Provavelmente envolvida num contesto de traição, Digão solta forte os pulmões falando de uma vira-lata mal-agradecida. As imagens que a letra passa são bem engraçadas e a canção lembra muito o ápice do movimento punk dos anos 1980.

“BOP” também tem guitarras muito altas e fortes, enquanto Digão canta daquele jeito Raimundos de ser, falando de shows de rock e rodas de maconha. Já “Baculejo” segue a fórmula do começo da resenha para falar de amor e romance. Sim, eles sabem ser fofos… do jeito deles!

E chegamos aqui a duas das letras mais sensacionais do disco! “Gato da Rosinha” é talvez uma das canções mais engraçadas que eu já ouvi na minha vida! Com a velocidade do punk e um refrão hilário, que deixa o duplo sentido quando fala de Danado, o gato da Rosinha que todos adoravam cheirar e passar a mão. Quase tão engraçada é “Cera quente”, que fala sobre pelos pubianos e relembra a revista Playboy estrelando uma certa atriz global. Mas a verdade é que “Cera quente” tem uma bela melodia e é uma prova mais que suficiente do talento do Raimundos.

“Rafael” é uma música deliciosamente caótoica, com um solo de guitarra épico e uma contagiante agitação enquanto narra as peripécias de um menino endiabrado. Já “Descendo na bangela”, mais um exemplo do tradicional punk dos Raimundos, narra uma mistura de sexo com as aventuras para descer a serra até a praia. Aqui, o Raimundos mostra de novo que o punk pode sim ser bonito.

Com participação de Sen Dog, “Dubmundos” é um reggea muito bem encaixado no disco e toma o posto de melhor faixa do álbum. Sim, um reggea é a melhor faixa de um disco punk. Não tenho culpa! A música não é engraçada e nem agressiva, ela é só bela!

Narrando a vida de grande parte das bandas independentes do Brasil, “Nó suíno” volta com todo o peso da bateria e da gritaria, com uma das letras mais significativas do álbum, junto com a derradeira “Politics”.

“Importada do interior” retoma aquele Raimundos adolescentes e ninfomaníacos, com um som maravilhoso de tão pesado e mais um solo delicioso de se ouvir (acompanhado de uma pimenta baiana de dar gosto)! Eis que chega “Gordelícia”, que abre com trompetes para chegar no segundo reggea do disco, outra vez muito bem executado. Acho que eu não preciso esclarecer do que fala a letra, certo?

Cantigas de Roda termina com “Politics”, uma música de hard-baião (neologismo musical de emergência), lançada em julho passado durante as manifestações que ocorreram no Brasil todo. Com participação de Cipriano e Billy Graziadei, o punk retoma seu objetivo principal de quando chegou por aqui: criticar e xingar tudo o que está errado no comando do país. Uma mistura perfeita de hard-rock e músicas de sanfoneiro, ela termina um disco muito bom de maneira perfeita!

Valeu, gente! Beijão e até mais!

Artista: Raimundos

Disco: Cantigas de Roda

Melhor música: “Dubmundos”

Nota:  9,5/10,0

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s