#Resenha Peter Pan

Peter Pan por James M. Barrie


image (1)ISBN:
978-85-378-1153-5

Páginas: 253

Editora: Zahar

“Peter Pan transporta crianças e adultos para um mundo mágico, povoado pela família Darling e pelos habitantes da Terra do Nunca – Peter Pan, os meninos perdidos, Sininho, o Capitão Gancho e seus piratas…”

A Avenida voltou ainda mais bonita e iluminada, o que vocês acharam desse layout novo? Ficou lindo não é? Foi tudo muito bem nas minhas férias, obrigada por perguntar, cheguei faz duas semanas e na hora que pisei em casa percebi que tinham chegado alguns livros, entre eles o melhor dos melhores: Peter Pan da Editora Zahar. Já estava combinado que esse seria o livro que eles iam me enviar para resenhar, mas mesmo assim quando peguei o livro na mão…Amor.

image (2)

Como disse na minha última resenha, a música sempre fez parte da minha vida e é lógico que isso inclui a maravilhosa Disney, o filme do Peter Pan sempre foi um dos meus preferidos, perdendo só para A Bela e a Fera e até esse mês nunca tinha lido o texto integral. Mal sabia o que estava perdendo, o filme foi bem leal ao livro, mas como sempre o livro é bem melhor.

Mas Renata, eu não sei muito bem a história você pode me explicar?

Posso sim querido, Peter Pan ou Peter e Wendy, conta a história de um menino que não quer crescer e vive em uma terra cheia de fadas, sereias, meninos perdidos, piratas, animais selvagens e muito magia: A Terra do Nunca. Wendy, a filha mais velha da família Darling sonha com o menino por muito tempo, até que um dia, depois de ter esquecido sua sombra na casa da família Peter conhece a garota, encantado e com o desejo de levar uma mãe para os meninos perdidos ele convida a amiga para ir com ele até sua Terra. Encantada com as descrições do lugar ela logo acorda os irmãos: João e Miguel e depois de terem aprendido a voar, eles saltam da janela para embarcar em uma aventura que jamais seria esquecida.

“-Eu sou a juventude, eu sou a alegria – respondeu Peter num impulso.- Sou um passarinho que furou a casca do ovo.”

Chegando lá Wendy, João e Miguel se juntam com os outros moradores e aos poucos vão esquecendo do Sr. e da Sra Darling e até mesmo da cachorra Naná, digo, da babá Naná. Depois de muitas aventuras envolvendo o tão famoso Capitão Ganho e o crocodilo que engoliu seu relógio. As crianças conseguem voltar para casa e rever a família que tanto amam. Todas, menos Peter, ele promete que voltará para Wendy todas as primaveras, mas com o tempo Wendy cresce e acaba sendo substituída pela filha Jamie.

“(…)Eu sinto que tenho uma mensagem pra vocês de suas mães verdadeiras, e aí vai ela: “Nós queremos que nossos filhos morram como verdadeiros valentes.” 

Com uma narrativa cativante, irônica, leve e com um narrador que acaba entrando na história como personagem para dar as próprias opiniões temos uma história que trata da inocência infantil, da amizade, da lealdade e até mesmo do amor. Todas as personagens são muito bem construídas, cada uma com uma personalidade. O livro também tem uma escrita bem poética e musical, o que acabou facilitando ainda mais a leitura.

Nota 10

Recomendo o livro não apenas para crianças mas para todas as idades, a até porque tem algumas mensagens que somente adultos lendo conseguiriam entender. Dou nota máxima tanto pela escrita quanto pela diagramação, mais uma vez a Editora Zahar acertou em cheio, uma edição de bolso muito bem editada, com capa metalizada, dura e com desenhos lindos.

E você? Já leu algum clássico? Já leu esse clássico? Vem nos contar aqui nos comentários o que achou, quero muito saber!

Até a semana que vem,

Renata

#Resenha O Mágico de Oz

O Mágico de Oz por L. Frank Baum
IMG_6307
Editora: Zahar
ISBN: 978-85-378-1134-4
Páginas: 252
“Sucesso imediato junto aos leitores logo após sua publicação, O Mágico de Oz tornou-se a mais famosa história infantil da literatura americana. Adaptada para o cinema e o teatro, cantada, citada, traduzida para inúmeros idiomas, a trama enganadoramente simples do livro é capaz de surpreender mesmo quem lê repetidas vezes.”

A música sempre foi muito presente na minha vida, meus pais me influenciaram e ainda influenciam muito nisso. Comecei a fazer aula de canto com 8 quase 9 anos e uma das primeiras músicas que cantei foi uma das mais clássicas de todos os tempos: Somewhere over the rainbow. Não existe uma pessoa que vive nessa terra que não conhece essa música, e se existir…….Bom, pra quem não sabe, essa e muitas outras fazem parte de um dos maiores musicais de todos os tempos: O Mágico de Oz.

Apesar de saber o filme de cabeça eu nunca tinha lido o livro e foi quando eu descobri essa edição da Editora Zahar que eu decidi dar uma chance para uma das minhas histórias preferidas. Ela, além de conter o texto integral reúne também ilustrações originais de W.W. Denslow, pranchas coloridas, notas que nos ajudam muito durante a leitura, o retrato da vida e das obras de Baum escrito por Martin Gardner E um prefácio simplesmente fantástico de Gustavo Franco.

No prefácio, Gustavo Franco começa com uma análise muito interessante sobre a suspeita de que Oz era um estado socialista, lembrando que o livro foi publicado em 1900, assim ele defende a ideia de que o livro é uma “alegoria para a saga populista nos Estados Unidos do final do século XIX” e para sustentar isso ele nos mostra o que cada personagem representa:

• Dorothy: representaria a “Miss Everyone” (Senhorita Todo Mundo, tradução literária), o alter ego do leitor americano: honesta, de bom coração e corajosa;
• Bruxa Má do Leste: seria Grover Cleveland, morto politicamente;
• Bruxa Boa do Norte: os apoios do Partido Democrata;
• Povo de Munchkings: seriam as pessoas comuns sacrificadas pela insistência em se manter o padrão-ouro;
• Espantalho: bem-intencionados fazendeiros mal sucedidos;
• Lenhador de Lata: trabalhador urbano;
• Leão Covarde: Willian Jennigns Bryan, político conhecido por sem covarde.

Junto dessas ele faz várias outras “comparações” e eu achei muito legal ter antes do texto integral essas informações porque assim eu li a história com os olhos bem abertos, percebendo e entendendo entrelinhas.
A história eu acho que todo mundo já conhece: Dorothy, uma menina de Kansas é levada por um ciclone, junto com seu cachorro Totó, à uma terra “over the rainbow”: A Terra de Oz. Lá, ela conhece vários povos diferentes, animais falantes e bruxas, bruxas boas e ruins. O único objetivo da menina é voltar para casa mas para isso ela vai precisar da ajuda de muitas pessoas. Enquanto caminha na estrada de tijolos amarelos ela conhece seus três amigos: O Espantalho, seu único desejo é ter um cérebro para poder ser como os homens de carne e osso e decide se juntas a Dorothy e Totó até a Cidade das Esmeraldas para pedir ao grande e terrível Oz um (“That’s the trouble. I can’t make up my mind. I haven’t got a brain, only straw”). No caminho, conhecem o Lenhador de Latas, homem que sofreu por amores, e agora, sem coração decide ter um para voltar a amar. Ele, assim como o Espantalho, decide se juntar a garota e ao cachorrinho (“I could stay young and chipper, and I’d lock it with a zíper, If I only had a heart”). Quando chegam na floresta são surpreendidos por um Leão, por sorte ele era um animal covarde e decide acompanhar o grupo para pedir coragem (“What have they got that I ain’t got? All four: courage!”). E é com muita diversão, aventura e companheirismo que eles vão atrás dos sonhos.

Eles acabam descobrindo que o maravilho Mágico não é tão maravilhoso assim, ele é um bom homem, mas mau Mágico.

O Espantalho ganha um cérebro, apesar de ser claro que ele sempre teve inteligência, o Lenhador de Latas ganha um coração, apesar de ser o mais amável, o Leão recebe coragem, apesar de demonstrar ser o mais corajoso e Dorothy e Totó acabam voltando pra casa, mas para saber como você vai precisar ler o livro.

Uma nota que eu acho importante mencionar é que na adaptação cinematográfica da a entender que Dorothy havia sonhado tudo o que aconteceu como Alice no país das maravilhas, porém Baum descreveu Oz como um lugar real ao qual a mocinha volta nos livros seguintes da série.
Separei algumas fotos dessa edição pra vocês verem como ela é linda, além de ser capa dura.

IMG_6301IMG_6303IMG_6304IMG_6305IMG_6306

IMG_6299

Impossível ler e não fazer marcações

Esse livro foi uma experiência muito boa, eu recomendo muito para todas as pessoas adultas ou crianças, é sempre bom ter um gostinho da nossa infância. Dou nota 10, pela história e pela edição.

Nota 10

Gostaria de agradecer a Editora Zahar em nome de toda a Equipe do Sétima Avenida por ter aceitado fechar parceria conosco, fiquei realizada quando recebi a resposta, então obrigada de coração mesmo. Aguardem porque em Janeiro tem resenha do novo clássico de bolsa da editora aqui no Sétima!

Se alguém se interessar separei o trailer o filme de 1939:

Espero que tenham gostado e Feliz Natal!

Renata Serapião

#ListadeNatal – Buraco no bolso

Bom dia Avenida!

1459334_776164445730842_262058657_n

Para dar continuidade a semana de compras vim aqui falar pra vocês alguns dos sites e lojas físicas que eu compro livros. Porque afinal, livro nunca é demais e é uma ÓTIMA opção de presente (principalmente pra mim).

Comprar pela internet é sempre mais barato, as vezes tem aquele livro na sua lista que você quer de qualquer jeito mas na livraria está uma fortuna e é ai que a internet te ajuda. Você pode simplesmente colocar o nome do livro ou autor aqui no Buscapé  e deixar que ele faça sua mágica ou então entrar nas suas lojas preferidas de confiança e comprar!

  1. Primeiro site da minha lista é o Submarino além de na maioria das vezes ter o que eu quero é mais barato também. Não bastasse sempre tem promoções! É só ficar de olho que você pode achar aquele livro de 100 reais por 20! Mas fique esperto, pois as promoções vem rápido e quase sempre dura só um dia!
  2. O segundo site é o da Saraiva, aqui você encontra todos os livros da loja física porém bem mais barato!
  3. Dando continuidade tem o Estante Virtual, com mais de 10 milhões de livros seminovos e usados é o sebo virtual, uso o site só quando não consigo achar em sebo “físico”, porque como já disse antes ir em sebos é uma alegria pra mim, então não troco por nada.
  4. A Fnac não poderia ficar de fora, funcionada do mesmo jeito que a Saraiva e é ainda mais barato para nós que temos cartão. Compro mais na Saraiva porque lá também tenho cartão e tem a loja física aqui na minha cidade, enquanto a Fnac mais próxima é na capital paulista ou em Campinas.
  5. Por último de loja online brasileira tem a Livraria Cultura que é a minha fuga para livros importados que não acho em lugar nenhum.
  6. O último mas não menos importante é o site da Amazon americano, que eu uso para comprar livros que ainda não lançaram no Brasil ou algum específico que eu queira ler sem ser traduzido. E o site da Amazon brasileira que eu uso para comprar e-book’s para o kindle.

São essas as lojas que eu normalmente compro meus livros/boxs online. As lojas físicas são as mesmas dos sites acrescentando sebos.

1424547_775779925769294_1963260599_n

Espero que vocês tenham gostado e se você que está lendo isso está com vontade de me dar um presente e não sabe o que, vem aqui no Lá na Estante conferir a minha wishlist de Dezembro (que já aumentou mas estou tentando ser, um pouco, realista).

Beijos e até semana que vem!

Renata

#ListaDeNatal HQs online

Vamos fugir um pouco desta tradição totalmente nonsense e capitalista de comprar presentes no natal?

keep-calm-cause-it-s-free1

Meu presente para vocês é de graça, e é por isso que eu amo a internet! Aqui vão alguns sites para ler quadrinhos online (com boa qualidade):

1. Maxmangás (www.maxmangas.com.br)

Este site fez minhas férias de julho: aqui eu li “The Walking Dead” quase inteira! Você tem a opção de ler online ou baixar as HQs, e os capítulos de cada uma são bem organzados em categorias, que você pode acessar na própria página da HQ. O problema é que, às vezes, demora um pouco pra mudar de página. Mas isso é porque as imagens estão em alta definição!
top: opção “baixar”
not: um pouco lerdo
nota: 9.5

2. Quadrinhos online (www.leronlinegratis.com.br)
Com várias opções de HQs, o Quadrinhos online é muito completo. Diferente do Maxmangás, você só vai rolando a página para baixo e lendo a HQ (não precisa clicar em link nenhum para ir para a próxima página). Tem dois problemas: é um pouco desorganizado (o design deixa a desejar) e não tem a opção “baixar”.
top: bastante rápido
not: não tem a opção “baixar” e o design é bagunçado
nota: 8.5

3. Superscans (superscans.net)
O Superscans saiu no site da Catraca Livre e é um quebra-galho incrível se você está procurando gibis mais clássicos ou se está muito entediado. Ele é bem organizado, tem muitos blogs parceiros e é cheio de “Top 10” e artigos para te ajudar a escolher o que ler. Mas tem alguns probleminhas: tem MUITOS anúncios (o que dificulta achar o link da HQ em si) e a imagem das páginas é pequena, bem menor do que as dos outros sites, dificultando a leitura.
top: bem organizado e tem muitas opções
not: muitos anúncios/ páginas pequenas demais/ sem opção baixar
nota: 8.0

Aproveitem 🙂

Feliz natal!

#Resenha [manual prático de bons modos em livrarias]

[manual prático de bons modos em livrarias]  de Lilian DoreaIMG_5776

 Editora: Seoman

 Páginas: 230

 ISBN: 978-85-98903-71-2

“No início de 2011, sob a alcunha de “Hillé Puonto” – uma homenagem à obscena senhora D., de  Hilda Hilst – a livreira Lilian Dorea criou o blog [manual prático de bons modos em livrarias],  assim mesmo, em minúsculas e colchetes, para revelar histórias saborosas e hilárias de seus  atendimentos em lavrarias. O sucesso foi imediato, tanto da parte dos leitores como da mídia, e  ela passou a receber relatos de outros livreiros, de todo o Brasil. Agora, transformado em livro,  ela reúne os melhores “causos” do blog (…) Se você quiser evitar ser o novo protagonista de um  post do [manual prático de bons modos em livrarias] é melhor ler este livro com toda atenção e  aprender com a Hillé a “etiqueta” das livrarias.”

Olá habitantes da avenida mais bonita da internet! Preciso começar esse post confessando que esse é um dos livros mais engraçados que eu já li em toda a minha vida, sem exageros. O blog da Hillé é sensacional e nada mais justo do que transformá-lo em livro.

IMG_5779

IMG_5780

IMG_5781

IMG_5782

Como já foi explicado no parágrafo que coloquei logo no começo do post, o [manual prático de bons modos em livrarias] reúne histórias hilárias que os livreiros do Brasil todo passam com fregueses, digamos, peculiares e apaixonantes. Eles se confundem com tantas coisas que as vezes não parece nem ser de verdade.

Freguesa: Meu filho precisa ler um livro pra escola chamado Capitães de Copacabacana.

Livreira: Capitães de Copacabacana?

Freguesa: É, do Jorge Amado.

Esse livro é uma excelente opção pra quem quer ler alguma coisa engraçada e fácil, recomendo principalmente para todos aqueles que são apaixonados por livros e literatura no geral. Venho por meio desta resenha, parabenizar a editora Seoman pela diagramação do livro que ficou simplesmente maravilhosa, desde a capa até a última página. Lindo!

Freguês: Moça, tem “O Wilson”?

(Não, não era aquela HQ genial do Daniel Clowes.)

Freguesa: Ai moça, do mesmo autor d‘O Senhor dos Anéis.

Livreira: O Hobbit?

Freguesa: Isso, deve ser.

IMG_5784

IMG_5785

IMG_5786

IMG_5787

IMG_5789

O livro não só conta essas histórias super engraçadas e legais, mas na parte IV e na V, a Hillé separa umas curiosidades livrescas, endereços de sebos e livrarias em todo o Brasil, sites e blogs dedicados a livros e muito mais.

Sobre a livreira mais fofa e legal de todas:

IMG_5790

Bom gente, acho que ficou claro que esse livro merece 5 estrelas, nota dez e todo tipo de classificação máxima que existir. Corram pra comprar! O preço dele na Saraiva é de R$32,00.

482928_413929062006759_644070808_n

Espero que vocês tenham gostado.

OBSERVAÇÃO: Gente, vou fazer propaganda porque sim, eu comecei um blog literário essa semana, nele postarei resenhas e vídeos, como aqui só posto uma vez por semana não consigo resenhar todos os livros que leio, então farei isso lá, reservando uma para o Sétima, LÓGICO. Se vocês gostarem do que eu faço aqui e tiverem interesse venham dar uma conferida aqui no Lá na estante e se gostarem curtam aqui na página do facebook. Obrigada!

aa

Moda em quadrinhos

Segurem-se, leitores de HQs! As camisetas de super heróis estão dominando o mundo da moda. E elas não estão sozinhas: moletons com onomatopeias, shorts com rostos pop art, vestidos com balões de fala, biquínis com explosões e bolsinhas com estampas da Marvel e da DC fazem parte do exército que invadiu as coleções das lojas mais populares, como Forever 21 e H&M.

Essa tendência chama-se “Comic Print” e apareceu pela primeira vez lá nos bregas pra caramba criativos anos 1990. Até dois anos atrás, eu nem cogitava usar uma blusa inteirinha em quadrinhos, mas a tendência foi resgatada por Phillip Lim e Markus Lupfer em suas coleções de inverno 2013, que eram todas cheias de personagens de desenhos animados, cores e, claro, vários elementos do mundo das HQs.

Alguns fãs de quadrinhos têm raiva da Comic Print: acham que, assim como a “modinha das camisetas de banda”, ela tira o significado dos símbolos de seus heróis favoritos. Outros, como eu, gostam de achar legal o fato dessas marcas — que antes apenas fãs conheciam — tomarem as ruas e colorirem tudo por aí. Isso sem falar que são estampas muito bonitas e divertidas!

Ficou curioso? Aqui vão algumas fotos pra você se inspirar/ babar:

LOOKS HQ

E aí? Gostaram da tendência Comic Print ou acharam exagerada?

Olho de peixe

Oi gente!

Acabou de chegar aqui em casa uma lente fisheye, macro e wide angle lá de Hong Kong para o Iphone 5.

Quero uma lente para o meu celular há muiiito tempo e decidi comprar pela internet mesmo, ache essa no e-bay e paguei 8 dólares, 5 da lente e mais 3 de frete e demorou 2 meses pra chegar, acho um tempo justo, já que só paguei TRÊS dólares de frete. Incrível não é? Aqui no Brasil custa CINQUENTA reais, por isso acho legal vocês terem essa noção e principalmente a confiança pra poder comprar em um site internacional, o link da lente que eu comprei é esse: http://www.ebay.com/itm/3In1-180-Fish-Eye-Red-FisheyeWide-AngleMacro-Lens-Kit-for-Apple-iPhone-5-/370882171417

imageChegou embrulhado assim, um pouco amassado mas sem dano nenhum! Além da lente veio com um saquinho pra guardar e poder colocar na bolsa!

image_1

 

É super fácil de colocar no celular, só encaixar em cima, a que está pra cima na foto é a macro, já a de baixo é a wide angle&fish eye

image_2

 

Meus pais colecionam rolhas de vinhos que abriram em momentos especiais ou noites em família, tem mais de 400 até agora, olha que legal ficou essa foto com a macro!

image_3

Gordinho não gosta de ser interrompido enquanto dorme, mas ficou super curioso pra ver o que eu estava fazendo e óbvio tive que usá-lo como modelo para vocês verem como a foto fica legal com a lente fisheye! Otto aprovou, e vocês?

 

Eu fiz curso de fotografia e adoro fotografar, saber que tem como tirar fotos com essas lentes só com o celular e não com a minha câmera super grande, tenho uma Nikon D90, é super legal, porque assim eu sei que tem como eu captar momentos especiais e fazer fotos diferentes a qualquer hora! Eu suuuper recomendo pra quem quiser comprar, eu sei que tem para o Iphone 4/4s também, mas infelizmente não sei nada dos outros modelos, provavelmente tem né! Da uma olhadinha lá no e-bay e depois vem aqui me contar. Como sou impaciente já não aguentava mais esperar, ainda bem que chegou!

Aliás, vou atualizar vocês da minha dieta e até agora perdi seis quilos.

Beijos e um ótimo feriado no sábado pra variar  para todos!

Renata Serapião

 

 

Saia jeans

Oi gente, tudo bom?

Tudo começou em fevereiro, quando eu entrei na Cásper e conheci a Barbara Blum. Não sei o que deu em mim. Comecei a usar mais saias, vestidos, e a gostar mais dessas peças de roupa que foram desprezadas pela minha pessoa por muito, muito tempo! Ja comprei várias saias e vestidos ao longo desse ano, e ainda tem uma que está na minha wishlist: saia jeans.
Mas calma, não a saia jeans estilo praia (se bem que essas também são legais, dependendo da ocasião), e sim as saias mais rodadas, com cortes diferentes. Entrando nesse clima de primavera, acho que elas combinam bastante, dão um ar bem fofo ao look. pode usar com camisa, t-shir, jaqueta, um colete por cima (por favor, não use jeans com jeans, no máximo ouse com uma lavagem diferente), chapeu, mochila, meia calça (colorida, estampada, preta…), tênis, sapatilha, bota, coturno, tudo! Adapte ao seu estilo, a saia jeans é bem versátil, é só equilibrar com as outras peças! Olha só os meus looks preferidos com a saia:

SAIAS 3 SAIAS 2 SAIAS 1

 

O que vocês acham de saia assim? Usariam? E como?
Espero que tenham gostado! Beijos, Cami.

Olá! Conforme o comunicado que dei semana passada na página do facebook, a partir de hoje eu serei responsável por livros e moda aqui no blog e pra começar vou fazer a resenha do livro que eu literalmente acabei de ler. 

Divergent (Divergente) foi escrito por Veronica Roth, é na verdade uma trilogia, um já lançado: Insurgente e outro que será lançado em outubro: Alligant.

Divergent_hq

Beatrice, ou Tris, é uma garota que vive em um mundo diferente dividido por 5 facções, ou setores eles são: Abnegação (Abnegation), Franqueza (Candor), Audácia (Dauntless), Amizade (Amity) e Erudição (Erudite). Cada facção tem uma característica diferente e uma completando a outra vivem em paz.

“— Trabalhando juntas, as cinco facções têm vivido em paz há anos, cada uma contribuindo com um diferente setor da sociedade. A Abnegação supriu nossa demanda por líderes altruístas no governo; a Franqueza providenciou líderes confiáveis e seguros no setor judiciário; a Erudição nos ofereceu professores e pesquisadores inteligentes; a Amizade no deu conselheiros e zeladores compreensivos; e a Audácia se encarrega de nossa proteção contra ameaças tanto internas quanto externas.”

Beatrice, foi criada na Abnegação onde todos vestem roupas cinzas, para não chamarem atenção, comem coisas simples e pensam sempre no bem do outro antes do próprio, acostumada com pais e amigos altruístas ela agora com 16 anos tem que decidir para que facção ela quer ir, se ela escolhe ficar na Abnegação ao lado de sua família ou ir para outra sabendo que uma vez decidido ela não pode voltar atrás e caso decida sair da facção onde foi crida ela nunca mais poderá conviver com sua família. Beatrice tem certeza que seu irmão Caleb ficará com seus pais, mas ela não sabe o que escolher.

Antes de decidirem eles se submetem a testes de aptidão, onde máquinas através de uma manipulação mental dizem aos adolescente de 16 anos a qual facção eles pertencem. Acontece que o de Tris fica sem resultado, revelando que ela não pertence a uma facção só, ela é o que chamam de: Divergente e aqueles que são descobertos são procurados, banidos e mortos. Ela tem que agora, decidir para qual facção ir e guardar esse segredo com ela, ou ela pode morrer que é ainda pior do que ser sem-facção.

Depois de escolhido ela e todos os outros iniciantes transferidos de outras facções ou não têm que passar por uma série de testes e simulações para terem certeza de que é lá que eles realmente pertencem. Ao longo da trama Tris conhece várias pessoas, mas uma em especial: Quatro, ele é um dos responsáveis pelo treinamento dos iniciantes transferidos e com seu jeito não tão bonzinho mas apaixonante de ser me conquista nossa personagem principal.

Juntos, eles estão prestes a enfrentar uma das maiores guerras de todos os tempos.

 

Divergente será lançado em Março do ano que vem, olhem só o trailer:

http://www.youtube.com/watch?v=zd03mMRxgUs (para ativar a legenda clique na barrinha embaixo)

 

Estou simplesmente apaixonada por essa série, estou lendo em inglês e pessoalmente acho os nomes das facções mais bonitos em inglês, mas isso porque me acostumei assim. Pensando sobre o livro eu percebi que eu seria Divergente, não consigo me encaixar em apenas uma facção. E vocês? Já leram? Também são apaixonados? De que facção você seria?

Beijos,

Renata Serapião